A humidade mata a venda do imóvel

9 de Janeiro de 2014

A humidade é um dos maiores pesadelos do comprador. Tanto assim é que quando alguém diz aos amigos que vai comprar uma casa, um dos comentários mais previsíveis é algo como “tem cuidado para não comprares uma casa que tenha humidade” ou então “tem cuidado com as infiltrações”.

E eis que humidade passa a ser sinónimo de infiltrações. Na verdade é tão ridículo como dizer que sujidade é o mesmo que buracos nas paredes por onde pode passar sujidade. Mas é assim que o povo pensa!

Para que fique claro, uma coisa é humidade e outra é infiltrações! Por vezes a humidade é originária de infiltrações. Mas muitas vezes a humidade é proveniente de falta de arejamento da casa e uma certa propensão da família residente para cozinhar muito, tomar banhos com água muito quente, etc…

O parágrafo acima é a explicação que nunca deve ser necessário dar aos compradores, mesmo que seja a mais pura das verdades. É coisa que “entra por um ouvido e sai pelo outro”.

A humidade mata a venda do imóvel.

A humidade mata a venda do imóvel.

Há uma espécie de hipnose coletiva no que diz respeito ao assunto da humidade quando os cidadãos normais entram em modo “comprador de imóvel”. É como se passassem todos por uma espécie de máquina que lhes implanta o medo intenso a respeito dessa coisa horrível chamada humidade. Por vezes este medo é fundamentado. Mas na maior parte das vezes é um exagero. O maior obstáculo à decisão é o medo. A decisão de compra não é exceção.

Por isso, caro proprietário, a sua casa quando vai para Mercado não pode ter humidade! Não pode haver humidade na parede, no teto, ou no aroma do ar!

A humidade mata a venda do imóvel!

Sinais de humidade, quer seja por via da condensação por causa dos banhos ou por causa dos cozinhados, quer seja por causa de infiltrações, são invariavelmente percepcionados como ‘sarilho’, ‘perigo’, ‘horror’ …

Se o seu imóvel tiver sinais de humidade, então primeiro deverá resolver os problemas que estão a causar esses sinais. A ideia não é enganar o comprador. Muito pelo contrário! A ideia é eliminar previamente as causas da humidade na casa para que o comprador não venha a ter uma casa com esse problema.

Poderá argumentar que nem sempre é possível eliminar os sinais de humidade. Poderá argumentar que se trata de um assunto difícil de resolver. Eu compreendo! A razão pela qual deve resolver o problema de humidade antes de colocar a sua casa à venda é porque o problema de humidade vai significar uma perda de milhares de euros para si e para a sua família. Milhares de euros! Eu escrevo outra vez: milhares de euros!!

Essa perda acontece de diversas formas, incluindo hesitação dos compradores, propostas mais baixas ou simplesmente no prolongamento do imóvel no mercado.

Para eliminar os vestígios de humidade, o que há a fazer: a) fazer a obra necessária para resolver a causa, b) limpar a superfície afetada com lixívia ou pintar com tinta anti-fúngica. Se não puder fazer nada disto por alguma razão, então recomendo-lhe mesmo que contrate alguém que o passa fazer de forma competente.

Resolver vestígios de humidade é dos melhores investimentos que um proprietário pode fazer para garantir a venda da sua casa.

Outras dicas úteis para evitar problemas de humidade poderão ser ao nível do comportamento de todos os membros da família. Os banhos com água muito quente e muito prolongados devem ser limitados, pelo menos no período em que a casa está para venda. Deverá haver uma rotina bastante bem estabelecida de arejamento da casa. E porque não o uso de um desumidificador? É um dispositivo extremamente útil! Temos que ver que no Inverno o ar costuma estar mais húmido. Como as paredes exteriores ficam bastante frias durante a noite, estas têm a tendência para funcionarem como pontos frios que atraem a humidade que paira no ar. Isto é perfeitamente normal! Ao estarmos atentos a estes fenómenos podemos atuar rapidamente, antes das paredes ficarem com mau aspeto.

Se estiver a pensar vender a sua casa, simplesmente não seja brando com este problema!

Filed in: Dicas

Sobre o Autor ()

Actualmente trabalha como agente imobiliário, em Portugal. Formado em Engenharia Técnica de Eletrónica e Telecomunicações. Estudou Marketing na Universidade Politécnica de Madrid (CEPADE). Webmaster do site www.milfontes.net.

Não se aceitam mais comentários

De Volta ao Topo